Fique por dentro

Espaço Cultural Porto Seguro e MIS recebem fotografias do acervo pessoal de Frida Kahlo

2016-09-03 00:00:00.0
   

Uma parceria entre o MIS e o Espaço Cultural Porto Seguro traz a São Paulo parte do acervo pessoal de fotografias da pintora Frida Kahlo. Atividades paralelas permitem maior contato com o universo da artista mexicana. Um serviço gratuito de traslado conduz o público de um espaço cultural para o outro.

A partir de 3 de setembro, fotografias do acervo pessoal de Frida Kahlo podem ser vistas em duas exposições simultâneas. Trata-se de uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som (MIS), instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, e o Espaço Cultural Porto Seguro. A coleção já passou por Lisboa (Portugal), Tijuana (México), Kazimierowka (Polônia) e Curitiba, entre outros locais, mas ganha em São Paulo uma montagem diferente de suas exibições anteriores. A exposição do Museu Frida Kahlo tem o acervo dividido entre os dois espaços culturais: Frida Kahlo – Suas Fotos será exposta no MIS, enquanto Frida Kahlo – Suas Fotos | Olhares sobre o México poderá ser vista no Espaço Cultural Porto Seguro.

Para integração entre as instituições, os visitantes poderão utilizar o serviço gratuito de uma van que transportará o público de um espaço cultural para o outro. As mostras são complementares e o ingresso adquirido no MIS ou no Espaço Cultural Porto Seguro dá acesso livre às duas exposições, basta apresentar o bilhete.

Após a morte de Frida Kahlo, em 1954, uma coleção de memórias da emblemática artista mexicana ficou guardada por meio século em um banheiro na Casa Azul, a pedido de seu marido, Diego Rivera. A casa, localizada na Cidade do México, pertenceu aos pais de Frida e foi a residência do casal Frida e Diego entre 1929 a 1954. Só em 2007, a equipe da Casa Azul teve autorização para abrir este banheiro e, na data, um conjunto de 6.500 fotografias do acervo da artista foi revelado.  

Após a seleção de 241 imagens, o curador Pablo Ortiz Monasterio elaborou a exposição dividida em seis seções temáticas pertinentes à trajetória de vida da artista. A seleção revela momentos da infância até períodos de sua vida adulta, com imagens de autoria de seu pai e seu avô materno (fotógrafos profissionais), além de ocasiões eternizadas pela própria artista e seus amigos fotógrafos Gisèle Freund e Nickolas Muray, entre outros.

“O acervo reflete de maneira clara os interesses que a pintora teve ao longo da sua tormentosa vida: a família, o seu fascínio por Diego e os seus outros amores, o corpo acidentado e a ciência médica, os amigos e alguns inimigos, a luta política e a arte, os índios e o passado pré-hispânico, tudo isso revestido da grande paixão que teve pelo México e pelos mexicanos”, explica o curador Pablo Ortiz Monasterio. 

A mostra tem patrocínio da Porto Seguro, Forever 21 e Mattos Filho. 

 

Frida Kahlo no Espaço Cultural Porto Seguro

Graças ao seu interesse pela arte fotográfica e a sua relação com fotógrafos de destaque, Frida reuniu um conjunto numeroso de imagens que são verdadeiras joias, tanto pela sua qualidade visual, no caso das anônimas, como pelo seu valor, no caso das assinadas por grandes artistas. Em Frida Kahlo – Suas Fotos | Olhares sobre o México, exposição no Espaço Cultural Porto Seguro, o público terá acesso a um destes valiosos conjuntos.

O Espaço Cultural Porto Seguro abriga a seção intitulada Fotografia formada por 25 imagens. A exposição é composta de retratos realizados por autores de destaque da história da fotografia e amigos pessoais de Frida como Guillermo Kahlo, Man Ray, Martin Munkácsi, Edward Weston, Brassaï, Tina Modotti, Pierre Verger e Manuel Álvarez Bravo. Sobressaem as fotografias de Tina Modotti e de Edward Weston do período revolucionário – algumas das mais valiosas desta coleção – juntamente com as quatro fotografias tiradas e assinadas por Frida Kahlo e duas não assinadas, mas cuja autoria pode ser atribuída à pintora. 

As fotografias exibidas se destacam pela visão particular que cada um desses profissionais tinha do México e da sua cultura, da história e de seus protagonistas. Cada fotógrafo presenteou Frida pessoalmente com as imagens e a pintora, inclusive, utilizou alguns destes motivos na sua obra, como é o caso do gato preto de Martin Munkácsi. 

A mostra ganha uma expografia referente à Casa Azul, onde hoje funciona o Museu Frida Kahlo, no México. No piso térreo, estão dispostas as fotografias e uma linha do tempo sobre vida e obra da artista. No mezanino, é possível assistir ao documentário Natureza Ferida - Memória Viva de Certos Dias.

Ao final da visitação, o público é convidado a se caracterizar de Frida Kahlo com o auxílio de acessórios, objetos e peças de vestuário que remetem à cultura popular mexicana. Um registro fotográfico pode ser feito e compartilhado em redes sociais.

Há uma série de atividades paralelas para que o público possa ter mais contato com a arte desenvolvida por Frida Kahlo. O Baú de Frida é uma visita guiada destinada ao público infantil. Uma experiência lúdica conduzida por uma boneca de tecido, caracterizada de Frida Kahlo, que possui um baú de memórias com diversos objetos que podem, inclusive, ser manuseados pelo público. 

No ateliê Os Tons de Frida, o visitante pode imprimir fotografias por meio de um processo chamado “goma bicromatada”, utilizando como referência a paleta de cores da artista mexicana. O processo usa água como revelador. 

Na vivência de estamparia Pañuelos, o participante pode trazer objetos em tecidos, como camisetas, lenços e ecobag para serem personalizados com carimbos que reproduzem símbolos inspirados no imaginário de Frida Kahlo e da cultura mexicana. 

Já a oficina de Paper Doll permite a criação de roupas e acessórios para serem aplicados sobre uma personagem de papel. A atividade propõe a observação da construção estética da artista Frida Kahlo, diretamente relacionada à sua trajetória pessoal e à sua forte ligação com a expressão cultural popular mexicana.

 

Sobre Frida Kahlo

Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, conhecida como Frida Kahlo, nasceu no dia 6 de julho de 1907, em Coyoacan, México. Aos 18 anos, estudante de medicina, teve sua vida mudada de forma trágica: um acidente automobilístico lhe rendeu múltiplas fraturas e foi submetida a várias cirurgias (35 ao todo). Foi nesta época que começou a pintar freneticamente e se autorretratou revelando suas angústias, vivências, medos e o amor por Diego Rivera, pintor e muralista mexicano mais importante do século 20, com quem se casou em 1929. 

As obras de Frida possuem uma estética muito próxima a do surrealismo, com influência da arte folclórica indígena mexicana, cultura asteca, tradição artística europeia, marxismo e movimentos artísticos de vanguarda. Destacou-se ainda pelo uso de cores fortes e vivas. Em 1938, fez sua primeira exposição individual, na galeria de Julien Levy, em Nova York, e foi sucesso de crítica. Em seguida, seguiu para Paris. Lá conheceu Pablo Picasso, Wassily Kandinsky, Marcel Duchamp, Paul Éluard, Max Ernst e o Museu do Louvre adquiriu um de seus autorretratos. Em 1951, pintou o “Retrato do meu pai” e, ao morrer, em 1954, deixou uma pintura inacabada de Stalin.

 

S e r v i ç o

Frida Kahlo – Suas fotos | Olhares sobre o México (Espaço Cultural Porto Seguro)

Data: de 3 de setembro a 20 de novembro.

Horário: terças a sábados, das 10h às 19h; domingos e feriados, das 10h às 17h (última entrada até 30 min antes do horário de encerramento).

Local: Espaço expositivo térreo e mezanino.

Ingresso: R$6 (inteira) R$3 (meia) – Ingresso válido para ambas as exposições.

Às terças-feiras o ingresso é gratuito.

Clientes Porto Seguro têm 50% de desconto na compra de 1 ingresso + acompanhante.

Classificação: livre.

 

Espaço Cultural Porto Seguro

Endereço: Alameda Barão de Piracicaba, 610, Campos Elíseos, São Paulo | (11) 3226-7361.

Estacionamento: Alameda Barão de Piracicaba, 634 (sede Porto Seguro) – Até 1h30 gratuito. 1ª, 2ª e 3ª hora adicional R$ 10,00 a hora. A partir da 4ª hora adicional, R$ 5,00 a hora. Segunda a sexta a partir das 17h30 - R$ 20,00 (preço único). Sábados, domingos e feriados - R$ 20,00 (preço único). Cliente Porto Seguro tem 50% de desconto.

Serviço de vans: o Espaço Cultural Porto Seguro oferece vans gratuitas da Estação Luz até as dependências do Espaço. Além disso, durante o período da exposição em parceria com o MIS, haverá serviço de vans gratuitas que transportam o público de um espaço cultural para outro. 

Restaurante Gemma – aberto todos os dias, acompanhando o horário de funcionamento do Espaço Cultural Porto Seguro. 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA – Espaço Cultural Porto Seguro

Adriana Balsanelli | adriana@ecps.com.br |(11) 3226-7330 I (11) 99245 4138

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA PORTO SEGURO - Edelman Significa

Kelly Silva I kelly.silva@edelmansignifica.com I (11) 3066-3355 I

Camila Teixeira I Camila.Teixeira@edelmansignifica.com I (11) 3066-7714